Atendimento ao Cliente: (11) 4035-0659 | <img src="http://bragancapocos.com.br/wp-content/uploads/2018/07/whatsapp.png" alt="WhatsApp" width="20px"> (11) 99215-3935
contato@bragancapocos.com.br
 
  • Email: contato@bragancapocos.com.br
  • Atendimento ao Cliente: (11) 4035-0659 | WhatsApp (11) 99215-3935

poços artesianos em aquífero poroso

Home » Sem categoria » poços artesianos em aquífero poroso

Os poços artesianos são perfurados com o objetivo de captar a água que se encontra armazenada no lençol freático.

Partes constituintes do poço artesiano

Para facilitar o entendimento do processo de obtenção de um poço, primeiro aprende-se sobre as partes que o constituem e seu princípio de funcionamento. Sendo assim, um poço freático tubular é formado por: filtro, tubos cegos, pré-filtro e o conjunto motobomba.

a) Filtro: o filtro é formado por uma tubulação perfurada, podendo ser de aço galvanizado ou de PVC rígido. Ele se refere ao primeiro componente a ser colocado na perfuração no solo e deverá ser colocado em toda a extensão do lençol freático.

A quantidade de água que os filtros conseguirá filtrar é variável, mas, em média, cada metro de um filtro de seis polegadas de diâmetro filtra em torno de 10 m3/h de água. Assim, sabendo-se que 1 m3/h de água equivalem a 1.000 L/h, utilizando-se um filtro de seis polegadas de diâmetro e com comprimento de 6 m, obtém-se, por hora, 60.000 L de água filtrada por hora.

b) Tubos cegos: estes também poderão ser de aço galvanizado ou de PVC rígido, mas não têm furos e devem ser colocados na parte do poço que fica acima do lençol freático. Além disso, os tubos cegos devem ser colocados até 50 cm acima da superfície do solo.

c) Pré-filtro: refere-se a uma camada de areia grossa especial que deverá ser colocada ao longo da extensão do poço, entre a tubulação (filtro e tubos cegos) e a parede do solo.

d) Bombas: as bombas referem-se aos equipamentos que, quando acionados, retiram a água do interior do poço para ser armazenada em um reservatório. O reservatório deverá ficar localizado em um nível superior. Para isso, pode-se utilizar dois tipos de bombas: as submersas e as centrífugas com injetores. As submersas devem ser instaladas dentro do poço, porém abaixo do nível da água, ou seja, operam afogadas. As centrífugas devem ser instaladas externamente, ou seja, acima da superfície do solo, ficando o injetor conectado na extremidade da tubulação de sucção, portanto, abaixo do nível da água, dentro do poço.

Fazendo-se assim, o princípio de funcionamento do poço será o seguinte: a água do lençol freático passará, primeiro, pelo pré-filtro que se encarregará de filtrá-la, retendo eventuais impurezas de maior tamanho. Em seguida, ela passará através do filtro e atingirá o interior do poço, de onde será bombeada.

Aquíferos porosos

Consistem nos aquíferos mais relevantes, por apresentarem a maior capacidade de armazenamento de água e por abrangerem grandes áreas. O Aquífero Alter do Chão é desse tipo. Esses aquíferos ocorrem em materiais de origem sedimentar, cuja principal característica é a grande e homogênea porosidade, o que permite à água escoar em qualquer direção. A recarga desse tipo de aquífero é mais intensa do que nos de fissura.

Sobre Nós

Bragança Poços Artesianos é especializada na perfuração de poços artesianos em qualquer tipo de terreno. Atuamos também na área de fornecimento e instalação de equipamentos de bombeamento com a maior variedade de bombas submersas e equipamentos de proteção do mercado, e ainda, recuperamos e limpamos poços tanto para indústrias como condomínios, residências, chácaras, etc.

Possuímos um profundo conhecimento do perfil geológico que permite a identificação do sistema de perfuração mais adequado à região, a partir de um minucioso estudo do terreno. Contamos, além disso, com uma equipe de profissionais e um grande conjunto de equipamentos tecnológicos que qualificam nossos serviços como o melhor.

Oferecemos soluções em poços artesianos,em toda região de Bragança Paulista, 24horas por dia .

WhatsApp chat